Quais as diferenças entre reúso da água e aproveitamento da água das chuvas?

Há um tempo chegou o que todo mundo temia: racionamento e falta de água para executar tarefas simples do dia-a-dia. Esse não é um problema exclusivo de uma cidade, de um estado. A escassez atinge o mundo todo por diversos motivos, como crescimento populacional e industrial, poluição dos rios e mares, desenvolvimento desordenado das cidades.

Com a falta em algumas regiões e o racionamento em outras, as pessoas estão recorrendo a soluções como o reúso e o reaproveitamento de água da chuva, quando ela voltar, claro! Sim, existe diferença entre esses dois tipos de águas.

O reúso de água consiste no reaproveitamento de determinada água que foi insumo de uma atividade humana, como a da máquina de lavar roupas. Esta ação ocorre a partir da transformação da água residuária mediante tratamento podendo ser usada para lavar. Para isso a Ecofossa desenvolveu um novo sistema que permite utilizar novamente o que chamamos de águas cinzas para regar as plantas ou até mesmo para a descargas nos vasos sanitários.

E o reaproveitamento da água das chuvas é a captação dessa água e sua utilização para fins não potáveis. Mas atenção, é preciso seguir a norma da ABNT NBR 15527 de 2007, que estabelece as diretrizes para os projetos quanto aos parâmetros da água, pois esse tipo de água não é potável e pode trazer riscos ao ser ingerida e ao entrar em contato com mucosas, assim sendo necessário uma dosagem de cloro no tanque.

A consciência ambiental e a valorização do nosso recurso hídrico é de extrema importância e deve ser mais disseminada a ideia de aproveitamento e reúso. A Ecofossa trabalha pensando em reduzir a ação do homem. Continue acompanhando o nosso blog para saber mais dicas e novidades.